economia
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Sabemos que os termos clássicos do economês podem causar calafrios e espantar até os nossos leitores mais interessados. Eis aqui a salvação do Gorila: um dicionário com os “palavrões” mais utilizados pelos economistas, de forma bem objetiva para deixar a galera informada e preparada para entender os noticiários econômicos desse mundão!

SOUNDTRACK PARA OUVIR COM ESTE POST

B

Balança Comercial: É a soma monetária das exportações menos a soma das importações.
Balanço de Pagamentos: Constituído pelas transações correntes, conta capital, conta financeira, erros e omissões e resultado global.
BRICS: Sigla para o conjunto com os seguintes países: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

C

CDI – Certificado de Depósito Interbancário: Taxa de captação dos bancos.
Conta Capital: Transferências unilaterais de capital.
Conta Financeira: Dividida em: investimentos diretos, investimentos em carteira, derivativos e outros investimentos.
COPOM – Comitê de Política Monetária: Tem como função definir os parâmetros de política monetária assim como definir a taxa básica de juros.
Curva de Lafer: Curva que indica o nível ótimo de taxação.
Curva de Philips : Curva que mostra a relação inversa entre a taxa de desemprego e a taxa de inflação. Criada por William Philips.

D

Deflação: Queda de preços.
Desinflação: Redução na taxa de aumento de preços.
Dominância Fiscal: Situação onde a política monetária perde eficácia devido à um quadro fiscal insustentável.

E

Efeito “network”: Efeito de ganho de valor à medida em que mais pessoas utilizem o bem ou serviço.
Erros e Omissões: Compensação de possíveis sobre ou subestimação.
Estagflação: Economia com alto desemprego (estagnação) com inflação, típica dos anos 70.
Exportações: Bens e serviços vendidos ao exterior.

F

FGC – Fundo Garantidor de Crédito: Entidade privada que assegura investidores contra possíveis calotes.
Formação Bruta de Capital Fixo: Corresponde ao aumento (ou redução) da capacidade produtiva de uma economia.
Forward Guidance: Ferramenta de política monetária que se baseia em comunicar de forma objetiva os níveis desejados de indicadores e taxas de juros.

H

Heli Money: Política de provisionamento de liquidez para a população via crédito em conta corrente
Hiato do Produto: Diferença entre o “PIB Observado” e o “PIB Potencial”. Um hiato negativo sugere baixa pressão inflacionária, enquanto um hiato positivo sugere alta de preços.

I

Importações: Bens e serviços comprados do exterior.
Inadimplência: Impossibilidade de liquidar um pagamento previamente acordado.
Inflação: Aumento de preços.

N

NAIRU: Taxa de desemprego de equilíbrio. Ou seja, taxa de desemprego que não causa inflação.

P

PIB – Produto Interno Bruto: É o valor monetário de todos os bens e serviços produzidos em um determinado período de tempo.
PIB Potencial: Estimativa do PIB que poderia ser alcançado sem causar pressão inflacionária.
Política fiscal: Refere-se à utilização das receitas governamentais provenientes de tributos. A política fiscal é dita expansionista o governo gasta mais do que arrecada.  A política fiscal é dita contracionista quando o governo gasta menos do que arrecada.
Política monetária: Utilizada para controlar a quantidade de “dinheiro disponível” na economia. A política monetária é dita acomodatícia quando há aumento na quantidade de “dinheiro disponível” na economia. A política monetária é dita contracionista quando há diminuição de “dinheiro disponível” na economia.

Q

QE – Quantitative Easing: Política de provisionamento de liquidez processada por bancos centrais via compra de ativos financeiros

R

Reservas Internacionais: Ativos externos prontamente líquidos cuja função é o financiamento de desequilíbrios no balanço de pagamentos.
Resultado Global: Variação das reservas internacionais

S

Selic: Taxa de captação do Banco Central.

T

Tapering: Recuo na política de Quantitative Easing
Taxa de câmbio: É o preço de uma moeda avaliado em quantidades (inteiras ou fracionárias) de outra moeda.
Transações Correntes: Soma monetária da balança comercial com as transferências unilaterais.
Transferências unilaterais: Transferência de moeda ou mercadoria entre um residente e um não-residente, sem uma contraprestação. Exemplos: remessas de trabalhadores e reparos de guerra.

Z

Zero Lower Bound: Cenário em que os juros nominais se encontram próximo de zero.

Controle seus investimentos com o Gorila

Não perca mais tempo com tabelas e planilhas. Conheça uma nova forma de acompanhar a rentabilidade da sua carteira de investimentos.

Controle seus investimentos com o Gorila

E tenha a plataforma mais completa para acompanhar a sua rentabilidade de forma rápida, fácil e transparente.

Leia mais