MORNING CALL – 21/06/21

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Acompanhe as notícias e análises de mercado pelo nosso canal do Telegram 

Exterior: As bolsas de Nova York e da Europa sobem nesta manhã, buscando se recuperar das perdas da semana passada após o Fed adiantar de 2024 para 2023 a previsão de quando deve começar a aumentar juros, além de elevar as projeções de inflação para este e os próximos dois anos.

Brasil: O fim de semana foi marcado pelos protestos contra o Governo em todo o País, quando o Brasil ultrapassou a triste marca de 500 mil mortes por covid-19.

IPO’s: Julho promete ser um mês cheio de aberturas de capital na B3, com Raízen (cerca de R$ 10 bi), CSN Cimentos (R$ 2,5 bi), InterCement (R$ 4 bi), Grupo Oncoclínicas (R$ 6 bi), Companhia Brasileira de Alumínio (R$ 2 bi) e Smartfit (R$ 750 mi). O leque de boas oportunidades na Bolsa deve atrair investidores estrangeiros, o que pode ajudar a manter o dólar baixo.

VALE3 e GGBR4: O minério de ferro despenca 9% nesta manhã, após a China anunciar que quer ‘reprimir especulação’ no mercado de minério de ferro, e que abriu investigações para “punir e divulgar estritamente irregularidades”, como preços exagerados da commodity a fim de “manter o bom funcionamento do mercado”. Os ADRs da Vale e da Gerdau operam em queda de 1% no pré-mercado de Nova York.

Bitcoin: O bitcoin também tem queda importante, após relatos de que o Banco Central da China (PBoC) orientou alguns bancos e instituições de pagamentos a serem mais rígidos com transações envolvendo criptomoedas. Além disso, autoridades da província de Sichuan ordenaram o fechamento de 26 minas de criptomoedas e impediram o fornecimento de energia aos mineradores, eliminando mais de 90% da capacidade de mineração de bitcoins do país.

Inscreva-se no nosso canal no Telegram

Acompanhe notícias e análises diárias do mercado financeiro.

Assista a versão em vídeo

Leia mais